domingo, 3 de março de 2013

Circuncisão

A palavra circuncisão é formada das palavras latinas que significam “ao redor+cortar”, e se refere ao corte do prepúcio, ou pele do pênis. Esta cirurgia tem sido praticada por muitas tribos e muitos povos além dos judeus. No Antigo Israel, a circuncisão tinha de ser realizada no 8.º dia do nascimento. Tem o sentido de um sinal da aliança entre Deus e Abraão e seus descendentes e de um rito de inserção no povo eleito. Deus havia tornado obrigatória a prática da circuncisão masculina para Abraão, um ano antes de nascer Isaque. Todos os homens da casa de Abraão, tanto seus descendentes como dependentes, estavam incluídos, e todos os escravos receberam em si este «sinal do pacto», com o qual entregavam a Deus a sua aliança de carne (anel prepucial), mostrando a reciprocidade deste ato de fé no corpo ( GN 17:10-13). Os que não tinham a marca seriam punidos com a morte, Gn 17:14. Com base na consideração das determinações de vitamina K e de protrombina, o dia perfeito para se realizar uma circuncisão é o oitavo dia . Seguir esta regra ajudava a evitar o perigo de uma grande hemorragia.Até o oitavo dia a criança não tem qualquer composição química na corrente sanguínea suficiente para que haja a coagulação, levando assim a criança a morrer por hemorragia. Antes do oitavo dia, o nível de vitamina K e protombina é tão baixo que não evitaria a hemorragia, já no oitavo dia isso não ocorre. Pois essa composição química chega ao seu mais alto nível e depois se estabelece. (Wikipédia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário