terça-feira, 19 de março de 2013

Jó 22:6

Em Jó 22.6, por que Elifaz acusou Jó de exigir penhores de seus irmãos sem motivo?
Na época do Antigo Testamento, essa atitude era considerada um crime desprezível. Se uma pessoa devesse dinheiro a outra e não pudesse pagar, a devedora dava sua capa à credora como penhor ou garantia do pagamento futuro. Contudo, ao cair da noite, a credora devia devolver-lhe a capa, pois provavelmente ela apascentaria ovelhas no campo ao relento e precisaria ter com o que se cobrir. Tomar um penhor de alguém sem motivo era pecado. Jó não era culpado dessa atitude, como explicou depois (31.19-22).

Nenhum comentário:

Postar um comentário